Neste ano de 2018 o Brasil será o grande homenageado no Festival de Animação de Annecy, na França, um dos mais importantes festivais de animação do mundo. O evento acontece de 11 a 16 de junho.

A programação, tanto do festival quanto do evento paralelo, Mercado Internacional do Filme de Animação (MIFA), contará com produções recentes e também homenagens ao centenário da animação brasileira, comemorado no ano passado.

 

O destaque ao Brasil em evento de tamanha importância não é por acaso. Nos últimos dez anos o país teve um grande avanço na produção de filmes de animação em diversos formatos e suportes. Em 2017 foram lançadas 44 séries de TV (em 2007 foram duas), e tivemos o lançamento de sete longas-metragens de animação nacionais. Em 2018 são 25 longas de animação em fase de produção. Obras que têm conquistado mercados e prêmios mundo afora, como Peixonauta e O Show de Luna, vendidas para mais de 150 países.  Lembrando ainda que neste mesmo Festival de Annecy dois longas brasileiros foram os grandes vencedores por dois anos consecutivos: Uma História de Amor e Fúria, de Luiz Bolognesi (em 2013), e O Menino e o Mundo, de Alê Abreu (em 2014).

 

“A “invasão brasileira” em Annecy contará com uma maior presença de produtores e animadores brasileiros, mostras especiais de animação, uma campanha publicitária criada exclusivamente para o festival, palestras, painéis e exposições, além de shows musicais. O Brasil também será muito bem representado nas competições do festival: oito projetos brasileiros estão concorrendo, incluindo curtas, séries de TV, materiais publicitários e um longa-metragem.”

Assim descreve o site Cent Ans en 100 Secondes, promovido pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento (Apex-Brasil), que, entre outras ações, produziu também um filme com mais de 40 animadores brasileiros que viaja pelos cem anos da nossa animação, em cem segundos.

Fausto Junior


 


 

0

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.