Por Fausto Junior

A memória do Cinema Brasileiro é reunida em um canal do Youtube

Um canal no Youtube aberto em fev/2020 reúne (até o momento) cerca de 300 filmes brasileiros de diversas épocas, desde clássicos dos anos 20 do século passado, como No País das Amazonas (Joaquim Gonçalves de Araújo & Silvino Santos) e obras de Humberto Mauro, até produções mais recentes, como Bandeira de Retalhos (Sergio Ricardo), com Antônio Pitanga e Osmar Prado. Todos os filmes são apresentados de modo completo e com acesso gratuito, sem restrições.

Dois detalhes chamam a atenção:
1) Várias informações, e mesmo o título do canal, estão em inglês: Legacies of Brazilian Cinema (Legados do Cinema Brasileiro), tendo como justificativa o objetivo de divulgar o cinema brasileiro para um público mais amplo.

2) A extrema organização do conteúdo, que facilita a busca a partir de diversos critérios. Para isso foram criadas playlists separadas por:

  • década (desde os anos 1920);
  • gênero ou formato (documentários, curtas, animação, horror, comédia, etc);
  • períodos históricos (cinema mudo, Cinédia, Atlântida, Vera Cruz, Cinema Marginal, Embrafilme);
  • funções artísticas, agrupando filmes de determinados diretores (como Aloysio Raulino, Nelson Pereira dos Santos e Ozualdo Candeias); filmes estrelados por Ankito, Anecy Rocha e até mesmo Caetano Veloso (como ator). Além disso, o canal organizou playlists evidenciando outras três funções: montagem (destacando, por exemplo, Cristina Amaral e Eduardo Escorel); fotografia (reunindo trabalhos feitos por Dib Lufti, Edgar Moura, entre outros) e trilha sonora, trazendo desde obras com música de Villa-Lobos até Rogério Duprat e Milton Nascimento.

Entre os títulos disponíveis estão Limite (Mario Peixoto/ 1931), O Ébrio (Gilda de Abreu/ 1946), A Grande Feira (Roberto Pires/ 1961), A Grande Cidade (Cacá Diegues/ 1966), A Hora da Estrela (Suzana Amaral/ 1985) e muitos outros…

Mas se você pensa que acabou, ainda tem mais! Uma lista com dezenas de entrevistas e conferências (com legendas em inglês) com diretores, atores, músicos, estudiosos… de diversas épocas.

O canal segue em construção. Muitas obras importantes ainda estão ausentes, provavelmente por questões ligadas a direitos de exibição.
Na apresentação (em inglês e português) o(s) autor(es) ressaltam que o canal não é monetizado e deixa contato para solicitações de remoção de qualquer um dos filmes.

Em pouco tempo Legacies of Brazilian Cinema torna-se uma relevante fonte para se conhecer e preservar a memória do Cinema Brasileiro.
Ajude a divulgar, inscreva-se no canal e comente os filmes, nem que seja um 👍🏽.

Aproveite e assine a petição em prol da Cinemateca Brasileira, o maior acervo audiovisual da América do Sul, que há anos vem sofrendo um processo de desmonte e sucateamento. 👇🏽

[related-posts-thumbnails]
0