Em março/2014 o jornal A Tarde publicou uma série de reportagens no Caderno 2 sobre o impacto do golpe militar de 64 em diversas áreas artísticas da Bahia. Na matéria sobre cinema, publicada em 17/mar/2014, o jornalista e crítico de cinema João Carlos Sampaio apresenta um panorama da produção cinematográfica na Bahia e os embates com a ditadura.

Série do jornal A Tarde sobre os 50 anos do golpe:

Cinema: Duro golpe de 1964 para frágil cena baiana.
João Carlos Sampaio

Veja versão em PDF, que traz um artigo sobre o cineasta Olney São Paulo.

Música: Sem liberdade, com inspiração.
Verena Paranhos

Humor: Suplemento “A Coisa” foi um marco do humor gráfico.
Chico Castro Jr.

Artes visuais: 2ª Bienal da Bahia foi fechada.
Marcos Dias

Dança: Dança dribla a repressão.
Eduarda Uzêda

Teatro: Teatro Baiano resiste diante de um quadro de opressão.
Eduarda Uzêda

Literatura: “Silêncio” nas letras.
Mariana Paiva

 

 

0

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.