Inscrições abertas para oficina sobre cinema brasileiro
“Tela em Transe” vai refletir produção cinematográfica no Brasil através da exibição de filmes de longa e curta-metragem

 

A oficina “Tela em Transe: que história é essa do cinema brasileiro?” está com inscrições abertas até o dia 24 de fevereiro. Ministrada por Ramon Coutinho, historiador, realizador e membro do Coletivo Urgente de Audiovisual, a oficina pretende refletir sobre a produção cinematográfica brasileira principalmente através da exibição de filmes de longa e curta-metragem.
As sessões serão seguidas por leitura de textos e debates. “As obras não serão exibidas em ordem cronológica. A ideia é entender os diversos momentos, ciclos e narrativas analisando seus elementos contextuais, estéticos e temáticos. Discutiremos filmes notoriamente importantes, mas também aqueles estigmatizados e pouco valorizados”.  Do Cinema Marginal a Pornochanchada, passando por Trapalhões, Zé do Caixão e Cinema Novo, a oficina espera apresentar outras perspectivas sobre essa história.
 
Inscrições
Os interessados podem preencher formulário de inscrição no site www.cualcinema.com. O investimento é de R$ 30. Os encontros acontecem entre março e maio, sempre às sextas-feiras, das 17h às 20h30, na Sala Walter da Silveira, nos Barris. Alguns desses encontros terão presenças de críticos e cineastas convidados.
.
A oficina “Tela em Transe” é fruto de uma parceria entre o Coletivo Urgente de Audiovisual e a Diretoria de Audiovisual da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Dimas/Funceb).
.

Serviço
O que? Oficina “Tela em Transe: que história é essa do cinema brasileiro?”
Quando? Entre  março e maio, sempre às sextas-feiras, das 17h às 20h30
Onde? Sala Walter da Silveira
Investimento? R$ 30
A oficina emitirá certificado de participação e frequência

Leia também: [related-posts-thumbnails] 
0

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.