O Núcleo de Cinema de Animação de Campinas iniciou uma campanha de financiamento coletivo, também conhecido como crowdfunding, no site Catarse.me para a publicação do livro Poética da Ilusão de Movimento, de José-Manuel Xavier.

Veja mais informações para apoiar a campanha. Entre as recompensas existe a opção de hospedagem e participação no MONSTRA, Festival de Animação de Lisboa.

www.catarse.me/poetica_da_ilusao_de_movimento


O PROJETO

“A animação sempre foi, a meus olhos, uma forma de escrita poética da ilusão de movimento, permitida e degradada pelo comércio e pela indústria. Esta maneira de criar ilusões não nasceu nos ecrãs (telas). Ela nasceu, na origem, sobre folhas de papel e pedaços de cartão.”

Poética da Ilusão de Movimento, José-Manuel Xavier

É fato inegável que a animação brasileira está em evidência, tanto aqui como no mundo. Para suprir a lacuna de obras sobre cinema de animação em português, o Núcleo de Cinema de Animação de Campinas lança sua primeira campanha de financiamento coletivo para a publicação do livro “Poética da Ilusão de Movimento”, do português José-Manuel Xavier.

SOBRE O LIVRO

“…escrito na primeira pessoa, é pleno de convicções e ideias fortes ideologicamente conotadas com a arte da animação e não com seu comércio. Lança um enorme desafio a realizadores, animadores e poetas, para quem a reinvenção do espaço e do tempo fica agora mais enriquecida através da dialética desenhada por José Xavier, nesta Poética, onde reencontramos o Movimento (bem) definido como uma ilusão criada pelo espírito.”

Fernando Galrito, animador português

“Poética da Ilusão de Movimento” é um livro que busca abordar a animação através da comparação com a poesia. “A poesia e a animação são mais irmãs do que primas”, provoca Xavier.

Ler suas reflexões é mergulhar em um mar de questões que colocam em xeque vários preceitos que temos sobre animação. Xavier defende que o movimento não deve estar restrito a uma narrativa. O animador deve ser livre para perceber e criar movimentos como um poeta brinca com as palavras da língua, sugerindo imagens ao invés de dizê-las explicitamente.

José-Manuel Xavier é professor da Escola Nacional de Jogos e Mídias Digitais Interativas na França. Seus filmes já circularam pelos princiais festivais de animação do mundo, e seus livros já foram citados em diversos trabalhos acadêmicos.

 

SOBRE O NÚCLEO DE CINEMA DE ANIMAÇÃO DE CAMPINAS

“O grande aliado de José-Manuel Xavier é Fernando Pessoa, que não foi animador, mas o seria, porque nele estava a poética da qual estamos falando […] A arte da animação está intrinsecamente ligada à natureza humana desde os primórdios do nosso despertar como seres humanos. Temos de admitir, ou mesmo afirmar, que o homem primitivo era um animador poético.”

Wilson Lazaretti, animador e fundador do Núcleo de Cinema de Animação de Campinas

O Núcleo de Cinema de Animação de Campinas é uma entidade com mais de 40 anos de existência. É, portanto, pioneira da animação no Brasil. Já realizou mais de 300 curtas-metragens, dois longas-metragens e editou o livro “Manual do Pequeno Animador”, de Wilson Lazaretti.

Tendo realizado oficinas e cursos de animação por todo o Brasil e no exterior, o Núcleo tem forte vocação educativa, difundindo sua filosofia de animação pelos quatro cantos do mundo. A “Poética da Ilusão do Movimento” vem fazer coro com essa filosofia. É um livro necessário, provocador e surpreendente. Para saber mais sobre as atividades do Núcleo, curta a página oficial no Facebook.

Saiba mais e participe da campanha em www.catarse.me/poetica_da_ilusao_de_movimento

 

0

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.